Sintomas de Pedras nos Rins

Usualmente, o dos de pedras nos rins é uma intensa. A dor começa subitamente quando a pedra se move no trato urinário, causando irritação e obstrução. Tipicamente, a pessoa sente uma dor aguda no dorso ou abdômen inferior. Pode ocorrer palpitação, náusea e vômito. Mais tarde, a dor pode chegar até a virilha.

Porém, os cálculos renais podem não causar sintomas ou se manifestar de forma aguda como . Cálculos localizados no interior do rim (pelve renal) podem apresentar pouco ou nenhum sintoma. Muitos cálculos renais pequenos podem ser eliminados na sem causar sintomas. Apesar disso, estes pequenos cálculos também podem causar estragos no sistema urinário. Existem casos em que pode ser assintomático e crescer até um tamanho considerável, sem que o paciente o note.

Na maioria dos casos, a descoberta de um ocorre com as famosas “”. Os sintomas geralmente são clássicos, como a dor na parte inferior das costas, no abdome lateral ou embaixo das costelas com irradiação para o testículo do mesmo lado ou para o grande lábio vaginal nas mulheres. Se há infecção urinária concomitante, o aparecimento de febre é comum. Você pode até sentir uma súbita vontade de urinar ou ter desconforto durante a passagem da urina.

Quando o médico suspeita que um paciente possa ter cálculos renais, normalmente solicita exames que comprovem esta hipótese. Dentre estes exames pode-se citar a ultra-sonografia, a radiografia dos (urografia excretora) e o . Estes exames têm como objetivo localizar a , determinar como está o fluxo urinário (se houver acúmulo de urina as vias urinárias podem ficar dilatadas, um fenômeno chamado de hidronefrose) e verificar se já existe infecção.

De qualquer forma, o fato é que, se você sentir qualquer um dos sintomas, sem dúvida o cálculo renal já deverá ser grande o suficiente para lhe incomodar, podendo trazer diversos transtornos e aborrecimentos. a partir de 2mm já são grandes o suficiente para causar encomodos e problemas graves no sistema urinário.

Os cálculos renais tem se tornado ao longo dos anos uma das alterações urinárias mais comuns e que afetam pessoas em todo o . Mais de 10 milhões de pessoas são diagnosticadas com pedra nos rins a cada ano. A formação de pedra nos rins deve-se a uma condição metabólica, sendo desta forma um problema recorrente, que na maioria dos casos volta a se formar em pacientes que já tiveram cálculo renal. A melhor maneira de tratar definitivamente o problema com eficácia é através do uso de produtos que possam dissolver os corpos cristalinos, impedindo que os mesmos se depositem no organismo.

Dores com indícios de sintomas de pedras nos rins
com indícios de sintomas de pedras nos rins

Várias são as frases que escutamos nos consultórios: “A gente quer morrer, é 20 vezes pior do que dor de dente”, “Parece uma faca sendo enfiada nas costas”, “Dói mais que dor de parto”. Todos os autores destas frases sabem exatamente o que é ter , calculose urinária ou cálculo renal. É tudo a mesma coisa: a popular pedra nos rins, responsável pela temida cólica renal. Dos 176 milhões de brasileiros, 10% já tiveram, têm ou terão cólica renal ao menos uma vez na vida. São quase tantos quantos os habitantes da Grande São Paulo ou do Estado de Minas Gerais ou do Rio de Janeiro e Espírito Santo juntos. A maioria adultos, principalmente de 20 a 45 anos.

Leia Também