Urina mal cheirosa

Cálculo Renal - ONG

Cálculo Renal

 

 


ENCONTRE AQUI TODAS AS INFORMAÇÕES QUE VOCÊ PROCURA SOBRE CÁLCULOS RENAIS.

 

 

 

 

Cálculo Renal - Pedra nos Rins

PEDRA NO RIM

 


Urina mal cheirosa
pode indicar desidratação ou infecção urinária. Saiba mais:

A urina apresenta um odor característico que é causado pela presença de uréia. Quanto maior for a concentração desta, mais forte será seu cheiro. Na grande maioria dos casos, uma urina mal cheirosa indica uma urina pouco diluída. Em geral é uma urina com cor amarelo forte. 

O primeiro passo portanto, é aumentar a ingestão de líquidos. Não existe um número mágico. Tem que se beber líquidos até a urina ficar transparente. Às vezes, são necessários até 3L de água por dia. Além de melhorar o cheiro, uma urina diluída ajuda a impedir a formação de cálculos renais.

urina com cheiro forte

 

Se a urina já está bem diluída e ainda cheira mal, deve-se pensar na presença de bactérias que costumam metabolizar a uréia em amônia, substância que apresenta odor muito mais forte. Deve-se diferenciar a simples presença de bactérias na urina da infecção urinária. Se houver sintomas como ardência e vontade de urinar o tempo todo, mesmo com a bexiga vazia, indica-se o tratamento com antibióticos.

Se há mal cheiro, bactérias na urina, mas não há sintomas de infecção, a decisão é mais controversa. Se o odor incomodar muito, recomendamos um curso único de antibióticos, caso se trate de uma pessoa saudável, sem histórico de outras doenças. Na verdade, não se encontra nenhuma descrição na literatura médica sobre o que fazer nessa possibilidade. Com certeza só deve-se tentar o antibiótico uma vez. Se os sintomas retornarem após um tempo, não vale a pena tratar novamente pelo risco de criar bactérias resistentes a antibióticos.

 

Além da infecção urinária, algumas uretrites como nas DSTs, também podem ser a causa. Mulheres costumam ser menos sintomáticas e uma urina mal cheirosa pode ser a dica para o diagnóstico. Homens costumam apresentar saída de pus pela uretra.

Nas mulheres é preciso ter certeza que o cheiro é da urina e não de corrimentos vaginais. Uma consulta ao ginecologista pode descartar infecções vaginais e uretrites

Se o problema também não for bactérias, existem medicamentos e alimentos que podem alterar o cheiro da urina. O principal é o aspargo. Vitaminas também podem causar odor. Alguns antibióticos, principalmente da família da penicilina podem ser responsáveis. Mudanças na dieta podem melhorar o cheiro.


Diabetes pode causar urina mal cheirosa, mas em geral já apresenta outros sintomas associados como perda de peso, fraqueza, sede, muita urina (poliúria) etc... Dificilmente a urina com cheiro ruim é o único achado.


Em pessoas mais velhas, câncer de bexiga e fístula (ligação) da bexiga para o intestino podem ser a causa. O primeiro normalmente está associado a hematúria (perda de sangue na urina) e o segundo a um sintoma chamado pneumatúria, que é a saída de gases do intestino pela urina. São sintomas raros e não devem ser pensados em pessoas jovens.

 

 


Algumas doenças genéticas raras como fenilcetonúria também dão cheiro forte, mas são doenças de neonatos.


Se o odor for algo que incomoda muito, sugerimos uma consulta ao urologista ou ginecologista para elucidação do quadro.

 

 

Saiba mais ...

 

Gostou dos Artigos deste site? Foram úteis para você? Ajude a divulgar a CRORG.

 

Faça sua doação

 para a CRORG

 

A CRORG conta com o apoio de médicos, nutricionistas, biólogos, bioquímicos, terapeutas e profissionais da área de saúde comprometidos com o bem estar e o aumento da qualidade de vida da população brasileira.

 

 

 

 

 

 

 

   Entendendo o sistema urinário.

   O que é calculo renal.

   Como saber se você realmente tem calculo renal.

   Causas da formação do calculo renal.

   Tratamentos para calculo renal.

   O que os médicos falam sobre calculo renal.

   Perguntas comuns sobre calculo renal.

 

 

 

 

 

 

ASSOCIAÇÃO DOS PACIENTES DOADORES E TRANSPLANTADOS RENAIS DE SOROCABA

 

                                                                                                    Apoie Programas e Organizações Não Governamentais:

 

 

www.apedranosrins.com.br  www.artriteeartrose.com.br  www.calculorenal.org  www.calculosrenais.com.br  www.cloretodemagnesiopa.com.br  www.cogumelodosoloriginal.com.br  www.jornaldasaude.com.br  www.nqionline.com.br  www.saudecominteligencia.com.br  www.listahotel.net  www.hotelsp.info

 

Site não-governamental, social e informativo sobre Cálculo Renal

www.calculorenal.org | calculorenal@calculorenal.org 

 

Cálculo Renal - www.calculorenal.org - 2002 - 2010

diHITT - Notícias