ENCONTRE AQUI TODAS AS INFORMAÇÕES QUE VOCÊ PROCURA SOBRE CÁLCULOS RENAIS.

 

 

 

 

Cálculo Renal - Pedra nos Rins

PEDRA NO RIM

 

Cálculo Urinário

O depósito organizado de sais minerais nos rins ou em qualquer parte do aparelho urinário é o que se chama de cálculo urinário.

Cálculo urinário é a mesma coisa que cálculo renal, litíase, nefrolitíase, urolitíase ou pedra nos rins.

Quando certos produtos químicos da urina juntam-se formando cristais, uma massa dura chamada “cálculo urinário, cálculo renal ou pedra no rim” ocorre. A maioria das pedras começam a se formar nos rins e algumas podem se deslocar para outras partes da extensão urinária, incluindo o ureter ou o a bexiga. Elas variam de tamanho, sendo que as pedras maiores podem bloquear o fluxo da urina ou causar irritação na parede interior da extensão urinária

Cálculo urinário, ou “Nefrolitíase” é um distúrbio comum e com uma incidência cada vez maior em todo o mundo. É uma doença encontrada com mais freqüência em homens de meia idade. Existem cinco tipos principais de cálculo urinário, pedra de cálcio (85%), pedras relacionadas a infecções (8%),  pedra de ácido úrico (5%), pedra de cistina (1%), e outras pedras mais raras (1%) como a xanteno.

Um produto que tem se mostrado muito eficaz na dissolução de cálculos urinários é o NQI. Note que o produto se trata de um suplemento nutricional voltado para o aumento da qualidade de vida e não de um medicamento para cálculos urinários, podendo ser consumido sem prescrição médica. Muito comumente este suplemento é utilizado por pessoas que nem possuem cálculos urinários, pois são diversos os benefícios relacionados ao seu uso. Aliás, é muito interessante o fato deste suplemento solucionar o problema de cálculos urinários sem possuir contra indicações ou causar efeitos colaterais.

Você ou alguém que você conhece tem cálculos urinários? Ao contrário do que comumente se acreditava, a formação de cálculo urinário não ocorre por acaso. O organismo tende a formar cálculo urinário, quando de repente desenvolve uma condição metabólica em que se torna incapaz de manter normalizada a função urinária e permite que resíduos cristalinos se juntem formando um depósito organizado de se sais minerais. Estes depósitos começam bem pequenos e vão crescendo, tornando-se uma estrutura cristalina que conhecemos como cálculo urinário.

 

Quando um cálculo é formado no rim, diferentes tipos de situação podem ser ocasionadas. É possível que os cálculos permaneçam no local de origem durante muito tempo (meses ou anos) sem causar nenhuma dor ou problemas aparentes. Os cálculos urinários também podem se desprender e descer através da uretra (desde os rins até a bexiga), retendo a passagem da urina e causando dor intensa (Cólica Renal). Pode acontecer ainda o crescimento dos cálculos urinários levando a obstrução do fluxo urinário. Quando a obstrução ocorre, pode surgir uma dor súbita na região lombar (onde se localiza o rim afetado), de forte intensidade, muitas vezes acompanhada de náuseas e vômitos que levam a pessoa a procurar um pronto socorro. Os cálculos urinários podem ainda ser expelidos naturalmente junto com a urina, sem que sejam percebidos ou sentidos. Finalmente, os cálculos urinários podem causar infecções urinárias e serem descobertos apenas pelas manifestações destas infecções.

 

Saiba mais ...

 

Gostou dos Artigos deste site? Foram úteis para você? Ajude a divulgar a CRORG.

 

Faça sua doação

 para a CRORG

A CRORG conta com o apoio de médicos, nutricionistas, biólogos, bioquímicos, terapeutas e profissionais da área de saúde comprometidos com o bem estar e o aumento da qualidade de vida da população brasileira.

Várias são as frases que escutamos nos consultórios: "A gente quer morrer, é 20 vezes pior do que dor de dente", "Parece uma faca sendo enfiada nas costas", "Dói mais que dor de parto". Todos os autores destas frases sabem exatamente o que é ter litíase, calculose urinária ou cálculo renal. É tudo a mesma coisa: a popular pedra nos rins, responsável pela temida cólica renal. Dos 176 milhões de brasileiros, 10% já tiveram, têm ou terão cólica renal ao menos uma vez na vida. São quase tantos quantos os habitantes da Grande São Paulo ou do Estado de Minas Gerais ou do Rio de Janeiro e Espírito Santo juntos. A maioria adultos, principalmente de 20 a 45 anos.

 

 

 

 

 

   Entendendo o sistema urinário.

   O que é calculo renal.

   Como saber se você realmente tem calculo renal.

   Causas da formação do calculo renal.

   Tratamentos para calculo renal.

   O que os médicos falam sobre calculo renal.

   Perguntas comuns sobre calculo renal.

 

 

 

 

 

 

ASSOCIAÇÃO DOS PACIENTES DOADORES E TRANSPLANTADOS RENAIS DE SOROCABA

 

                                                                                                    Apóie Programas e Organizações Não Governamentais:

 

 

www.apedranosrins.com.br  www.artriteeartrose.com.br  www.calculorenal.org  www.calculosrenais.com.br  www.cloretodemagnesiopa.com.br  www.cogumelodosoloriginal.com.br  www.jornaldasaude.com.br  www.nqionline.com.br  www.saudecominteligencia.com.br  www.listahotel.net  www.hotelsp.info

 

Organização não-governamental social e informativa sobre Cálculo Renal

www.calculorenal.org | calculorenal@calculorenal.org 

 

Cálculo Renal - CRORG - Organização não-governamental social e informativa - 2002 - 2010

diHITT - Notícias